Apresentação do Período Regencial

Este vídeo faz um resumo sobre o Período Regencial, que durou entre 1831 e 1840. Inicialmente, mostra um pequeno apanhado de como foi organizada a série de 40 vídeos sobre o período. Depois, trata brevemente os assuntos mais importantes da época.

Divisão dos vídeos

  • 1ª parte, Crise do primeiro reinado
  • 2ª parte, Início do Período Regencial
  • 3ª parte, O Brasil na década de 1830
  • 4ª parte, Revoltas do Período Regencial
  • 5ª parte, Final do Período Regencial

Questões do período

  • Forma de governo, divisão de poderes, unidade territorial, economia e escravidão
  • Neste período se permitiu uma certa liberdade de expressão política
  • Foi a primeira vez que a elite nacional teve o poder nas mãos
  • O povo também teve maior oportunidade de participar
  • A independência do país era ainda muito recente
  • Muitos desejavam dividir o país em várias nações
  • A Corte no Rio de Janeiro ajudou a promover a unidade territorial
  • Diferentes historiadores debatem o quanto a Corte tinha poder sobre as províncias

Nascimento de lideranças políticas

  • Foi uma época fértil para o nascimento de lideranças políticas
  • As elites proprietárias conseguem manter a escravidão, apesar da oposição
  • Muitos movimentos populares lutam por seus interesses políticos e econômicos
  • Precisamos avaliar o que os personagens históricos falam e fazem em seu próprio tempo
  • Anacronismo é julgar o passado com o olhar de nosso próprio tempo
  • Não é fácil acompanhar as sutilezas dos discursos políticos, pois muitas vezes não são claros quanto aos interesses envolvidos
  • E muitas vezes eles mudam de opinião
  • Os poderes legislativo e judiciário ganham importância

Discurso sobre o período

  • O Período Regencial sempre foi adjetivado como confuso
  • O discurso da anarquia do período ajudava a legitimar o poder do imperador

Referências bibliográficas

  • Dolhnikoff, Miriam. O pacto imperial: origens do federalismo no Brasil do século XIX. São Paulo: Globo, 2005.
  • Dolhnikoff, Miriam. Representação na monarquia brasileira. Almanack Braziliense, [S.l.], n. 9, p. 41-53, mai. 2009.
  • Maranhão, Ricardo; Antunes, Maria Fernanda. Trabalho e Civilização. Uma História Global. Vol 3. São Paulo: Moderna, 1999.
  • Morel, Marco. O período das Regências (1831-1840). Rio de janeiro: Jorge Zahar Ed., 2003.
  • Nunes, Tassia Toffoli. Liberdade de imprensa no Império brasileiro. 2010. Dissertação (Mestrado em História Social) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.
  • Tapajós, Vicente. História do Brasil. São Paulo: Editora Nacional, 1952.

Imagens