Dom Pedro de Alcântara 2/2 – Sua rotina

Neste segundo vídeo sobre a infância de nosso segundo imperador, veremos como foi sua estafante rotina de estudos, os deveres de monarca, e o pouco tempo dedicado à vida de criança. Mesmo sua relação com as irmãs era controlada, para que não perdesse muito tempo com essas coisas. E tudo isso era objeto de um regulamento escrito, para manter a regularidade.

Rotina

  • Um regulamento organizava o dia do príncipe
  • Seu relacionamento com as irmãs também era controlado
  • Com essa rotina se cria um menino já velho
  • A ideia seria ter um imperador com comportamento oposto ao do pai

Cerimoniais

  • As crianças eram usadas em rigorosos cerimoniais para que a elite desempenhasse o seu de nobre
  • Mesmo os contemporâneos percebiam que aquela cena era falsa
  • O cotidiano da família real era bastante simples
  • Depois de adulto, dom Pedro II ainda não aprecia a vida cortesã
  • O papel que melhor desempenhou foi mesmo o de homem sábio

Círculo próximo

  • O grupo próximo a dom Pedro II teve muito poder no começo de seu reinado
  • Dona Mariana desempenhou o papel de mãe para dom Pedro

Referências bibliográficas

  • Carvalho, José Murilo de. D. Pedro II. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
  • Del Priore, Mary. Condessa de Barral – a paixão do Imperador. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008.
  • Gomes, Laurentino. 1822: Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram D. Pedro a criar o Brasil, um país que tinha tudo para dar errado. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2010.
  • Schwarcz, Lilia Moritz. As barbas do imperador: D. Pedro II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

Imagens